prefeitur
bamyam

Brasileiro é condenado à prisão perpétua pela morte de tio e primos na Espanha

651

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

A Justiça espanhola condenou à prisão perpétua o brasileiro François Patrick Nogueira Gouveia, que admitiu ter matado dois tios e dois primos em 2016 na cidade de em Pioz. A sentença foi lida nesta quinta-feira (15), pela juíza Maria Elena Mayor Rodrigo, do tribunal de Guadalajara.

Patrick está detido desde 2016, quando se entregou às autoridades e confessou ter assassinado e esquartejado os tios Janaína Américo e Marcos Campos Nogueira e os filhos do casal, de 1 e 4 anos. No início de novembro, ele foi considerado considerado culpado por um júri popular, mas a pena ainda não havia sido estabelecida.

A prisão perpétua é a punição mais grave existente na Espanha, e pode ser revista a cada 25 anos. Patrick foi condenado à pena três vezes: pelas mortes dos primos e de Marcos. Pelo assassinato de Janaína, a punição é de 25 de anos prisão, segundo o jornal espanhol “El Mundo”.

Júri popular

O julgamento ocorreu entre 24 e 31 de outubro. Mais de 65 pessoas prestaram depoimento no júri, entre eles familiares do assassino e das vítimas, policiais que trabalharam na investigação do crime e médicos e psicólogos forenses.

O júri declarou que Patrick Nogueira matou os tios e primos com intencionalidade, sem considerar qualquer defesa.

Tanto o Ministério Público espanhol como a acusação particular tinham pedido a prisão perpétua revisável. A defesa de Patrick Nogueira, por sua vez, pediu a reclusão do réu por 25 anos alegando danos cerebrais que o colocavam em condição de doente.

No último dia de julgamento, Patrick Nogueira pediu perdão aos familiares e disse que sofre como eles.

“Agora não posso consertar o que passou”, afirmou.

A promotora responsável pelo caso, Rocio Rojo, pediu a pena máxima. Para ela, independentemente dos motivos, ficou provado que Patrick não cometeu o crime impulsivamente.

“Patrick é uma pessoa com um tremendo mal e deve ser punido com prisão permanente. Não tenham medo, pois a prisão permanente é revisável”, disse, segundo a rede de televisão Antena 3.

Chacina de Pioz, na Espanha

Janaína Américo, Marcos Campos Nogueira e os filhos do casal, de 1 e 4 anos, foram encontrados mortos e esquartejados em um chalé na cidade espanhola de Pioz em 18 de setembro de 2016, cerca de um mês após o crime.

Patrick Gouveia, sobrinho de Marcos, se entregou à polícia da Espanha e confessou o crime em 19 de outubro. Ele segue preso até esta quarta-feira no complexo penitenciário de Estremera, na Espanha. As urnas com as cinzas da família chegaram em João Pessoa em 10 de janeiro, quatro meses depois, quando as vítimas foram enterradas. Mais de um ano depois do crime, a família das vítimas e do assassino confesso ainda sofre com o episódio.

Cronologia

  • 17 de agosto de 2016: Marcos Nogueira, Janaína Diniz e as crianças Maria Carolina e Davi são mortos em Pioz por Patrick Gouveia.
  • 18 de setembro de 2016: Corpos da família paraibana são encontrados dentro de sacos plásticos por vizinhos que acionam polícia espanhola. É iniciada a investigação.
  • 20 de setembro de 2016: Patrick Gouveia retorna ao Brasil após autoridades encontrarem corpos dos parentes.
  • 4 de outubro de 2016: Autoridades espanholas identificam Patrick Gouveia como suspeito e emitem ordem de prisão.
  • 6 de outubro de 2016: Espanha pressiona Brasil para que autoridades brasileiras prendam Patrick Gouveia.
  • 19 de outubro de 2016: Após negociação, Patrick Gouveia se entrega à Justiça espanhola.
  • 28 de outubro de 2016: Marvin Henriques é preso em João Pessoa como partícipe na chacina de Pioz.
  • 23 de novembro de 2016: Preso na Espanha, Patrick Gouveia é transferido do presídio Alcalá Meco para o presídio de Estremera, na província de Madri, após receber ameaças de morte.
  • 30 de novembro de 2016: Marvin Henriques deixa a prisão e passa a cumprir liberdade provisória sob cumprimento de medidas cautelares.
  • 12 de dezembro de 2016: Laudo psicológico aponta que Patrick Gouveia é psicopata.
  • 21 de dezembro de 2016: Conversas de WhatsApp entre Patrick e Marvin, anexadas ao processo na Paraíba, são divulgadas.
  • 23 de dezembro de 2016: Restos mortais da família assassinada são cremados na Espanha.
  • 12 de janeiro de 2017: Urnas com as cinzas da família morte em Pioz chegam a João Pessoa e são sepultadas na capital paraibana.
  • 7 de abril de 2017: Justiça espanhola autoriza utilização de provas ligadas a Patrick Gouveia coletadas por autoridades brasileiras.
  • 17 de agosto de 2017: Avó de assassino confesso e mãe de pai da família assassinada quebra o silêncio sobre a chacina.
  • 21 de setembro de 2017: Famílias de vítimas pedem ao MPF que Polícia Federal envie para a Espanha todo material colhido como prova relacionadas ao caso no Brasil.
  • 8 de fevereiro de 2018: Justiça da Espanha descarta novas provas e encerra primeira fase do processo de Patrick Gouveia.
  • 6 de março de 2018: Promotoria na Espanha pede prisão permanente do réu confesso da chacina de família brasileira.
  • 23 de maio de 2018: Datas do juri popular de Patrick Gouveia são marcadas pela justiça espanhola.
  • 24 de julho de 2018: Juíza prolonga prisão preventiva de assassino confesso de Pioz até 2020.
  • 24 de outubro de 2018: Começa júri popular de Patrick Gouveia
  • 3 de novembro de 2018: Patrick é considerado culpado pelo júri
  • 15 de novembro de 2018: Juíza lê sentença e decreta prisão perpétua a Patrick

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

você pode gostar também
Comentários
carregando...
WhatsApp Logo Fale conosco via WhatsApp
ga('require', 'GTM-5C3R9D4');