bamyam

Família autoriza doação de órgãos de jovem de Santa Albertina que morreu em grave acidente

2.649

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

O acidente ocorreu em uma vicinal próxima à cidade de Santa Albertina. O trabalho de captação de órgãos ocorreu nesta terça-feira, 21 de agosto, na Santa Casa de Jales, por equipes de São Paulo

Uma ação de solidariedade da família de Fábio Catelani, de 25 anos, comoveu e inspirou toda a região no começo desta semana. A morte cerebral do jovem foi confirmada na segunda-feira, 20 de agosto, após um acidente automobilístico ocorrido no final de semana. Familiares optaram pela doação dos órgãos, incluindo o coração.

O acidente aconteceu na noite de sábado, 18 de agosto, na Estrada Vicinal Vereador Ítalo Biani que liga as cidades de Santa Rita d’ Oeste a Santa Albertina, município onde o jovem residia com a família.

De acordo com informações obtidas pela reportagem, o grave acidente ocorreu quando Fábio Catelani na companhia de um amigo voltava de carro da cidade de Santa Rita d’ Oeste. Possivelmente eles capotaram quando o condutor perdeu o controle da direção do veículo.

Informações apontam ainda que ele sofreu um forte impacto na cabeça, imediatamente socorrido e encaminhado para hospital da cidade de Santa Albertina. Sendo transferido posteriormente para a Santa Casa de Jales, onde foi confirmada a morte cerebral do jovem.

DOAÇÃO

O cirurgião transplantador do Instituto do Coração de São Paulo, Dr. Ronaldo Honorato, afirmou que apesar do fato, o jovem foi atendido em um hospital qualificado e treinado que identificou a possibilidade e abordou a família para a doação de órgãos, que sensibilizada aceitou.

Foram captados o coração, os dois pulmões, o fígado e os rins, sendo possível salvar cinco pessoas. Para que isso ocorresse Dr. Ronaldo Honorato destacou a capacidade e a estrutura da Santa Casa de Jales que realizou todo o processo necessário para a concretização da doação.

Uma verdadeira luta contra o tempo foi travada principalmente com a doação do coração, que sobrevive ao processo por aproximadamente quatro horas. Contra isso se verificou o fato das aeronaves das equipes pousarem somente nas cidades de Fernandópolis e Votuporanga, estampando mais uma vez a carência de Jales em um aeroporto qualificado.

Toda a viabilização da doação, contou com a participação de mais de 60 pessoas lembrou o médico, que enfatizou o esforço para o sucesso da operação com um todo. Lutando sempre pela vida em todas as situações, inclusive quando possível com a doação de órgão, que geram novas esperanças em pacientes que aguardam em grandes filas e cadastros.

A reportagem do Jornal do Povo da Rádio Assunção FM, teve acesso o boletim médico emitido pelo INCOR, onde diz “Informamos que o transplante transcorreu bem. O paciente encontra-se em recuperação clinicamente estável”.

Nome de todos os envolvidos para o sucesso da cirurgia de retirada dos órgãos ocorrida em 21 de agosto de 2018 na Santa Casa de Jales.

  • Comissão de Captação de órgãos da Santa Casa de Jales: Dr. Danilo Delovo, enfermeiros Jaqueline Fava, Célia Zaquelo, Rosimeire Mateus e Paulo Lima;
  • Anestesistas Santa Casa de Jales: Dr. Ricardo Perbelini e Ricardo Leal (apoio);
  • Equipe do Hospital das Clínicas: Dr. Ronaldo Honorato, Dr. Lucas Fernandes, Dr. Daniel e Dr. Marcos;
  • Perfusionistas: Carlos e Ricardo;
  • Enfermeiro Marcos, São José do Rio Preto da OPO – Organização de Procura de Órgãos e Tecidos;
  • Equipe de enfermagem Centro cirúrgico Santa Casa: Enfermeira responsável do centro cirúrgico Alessandra,Rosimeire e Juliete (fizeram parte da cirurgia de retirada);
  • Assistente social: Rose Donda;
  • Supervisora Assistencial: Enfermeira Ana Lúcia.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

você pode gostar também
Comentários
carregando...
WhatsApp Logo Fale conosco via WhatsApp
ga('require', 'GTM-5C3R9D4');