Banner fixo Prefeitura

Agrotóxico com venda restrita no Brasil é vendido para matar escorpião no interior de SP

492
Verpharma

No ano passado, 155 mil pessoas foram picadas por escorpiões em todo o Brasil. O noroeste paulista concentra o maior número de vítimas. Só em Araçatuba (SP), este ano, foram 368 casos. Em Votuporanga, um menino de oito anos morreu.

Um agrotóxico de venda restrita no Brasil está sendo facilmente encontrado no interior de São Paulo para ser usado no combate a escorpiões. O agrotóxico a base de fipronil só pode ser comprado com receituário agronômico, mas é vendido para acabar com o aracnídeo.

Uma equipe da TV TEM em São José do Rio Preto (SP) flagrou a venda do produto. Sem saber que estava sendo gravada, uma vendedora de uma loja até reconhece que está desobedecendo a lei durante a venda.

Ao atender o produtor da TV TEM, que se passou por um cliente, a vendedora fala da irregularidade.

  • Atendente: Isso aqui a gente não está vendendo para qualquer um, entendeu?
  • Produtor: Como assim?
  • Atendente: Porque se a fiscalização pegar eu estou lascada.

Em outra loja, o produtor questiona o vendedor sobre o alerta de venda restrita, impresso no rótulo.

  • Atendente: Eles falam que é venda restrita, mas eles vendem para gente vender para terceiros, então é normal. Não precisa de receita, cadastro, nada.

O médico Carlos Caldeira Mendes, chefe do Centro de Assistência Toxicológica (Ceatox) do Hospital de Base de Rio Preto, alerta que usar esse veneno em casa pode ser muito perigoso.

“Ele pode causar desde dor de cabeça, tosse, tontura, mal estar e até convulsões, desmaios. É um veneno que não é brincadeira”, afirma.

O Ministério da Agricultura informou que cabe aos estados fiscalizar a venda de agrotóxicos. Já a Secretaria de Agricultura de São Paulo ressaltou que o comerciante flagrado vendendo pesticida de forma fracionada é autuado e o produto, apreendido.

O professor da Unesp (Universidade Estadual Paulista) Antônio Carlos Lofego explica que o escorpião é muito resistente. “Ele consegue perceber muito bem a composição química do veneno e que aquele veneno pode ser prejudicial para ele. Com isso, ele vai fechar o órgão de respiração que ele tem”, diz.

No ano passado, 155 mil pessoas foram picadas por escorpiões em todo o Brasil. O noroeste paulista concentra o maior número de vítimas. Só em Araçatuba (SP), este ano, foram 368 casos. Em Votuporanga, um menino de oito anos morreu.

Captura do escorpião

Acidentes acontecem quando as pessoas encontram um escorpião e vão tentar matar o bicho, que é rápido demais. O aconselhável pelos especialistas é pegar uma vasilha ou um pote e colocar sobre o animal.

Com uma folha por baixo, a pessoa faz a captura. Esse processo precisa ser bem devagar e cuidadoso.

Depois de ser picado três vezes, o comerciante Allan Queiroz usou veneno na casa toda, mas conta que não adiantou. “Eu vi insetos, aranha, barata, mas o escorpião em si, eu não vi nenhuma morte após a aplicação do veneno que eu apliquei na casa inteira”, afirma.

Escorpiões são resistentes ao veneno, diz especialista — Foto: Reprodução/TV TEM

Escorpiões são resistentes ao veneno, diz especialista — Foto: Reprodução/TV TEM

Agrotóxico tem venda restrita no Brasil — Foto: Reprodução/TV TEM

Agrotóxico tem venda restrita no Brasil — Foto: Reprodução/TV TEM

você pode gostar também
Comentários
Loading...
Envie sua Pauta ou sugestão
%d blogueiros gostam disto: