Anuncie Aqui

BALANÇO DE MATERIAIS ILÍCITOS APREENDIDOS COM VISITANTES EM PENITENCIÁRIAS É DIVULGADO

611
Empregos no Japao

NA PIII DE LAVÍNIA, AGENTES INTERCEPTARAM 67 CIGARROS RECHEADOS COM MACONHA E DOIS CELULARES DENTRO DE BOLO DE TAPIOCA.

Nos dias 15 e 16 de junho, estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registraram tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos nos presídios e que foram barrados durante os procedimentos de revista.  

Vale lembrar que os visitantes flagrados são excluídos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais.

DOMINGO (15/06/19)

PENITENCIÁRIA DE VALPARAÍSO

Durante os procedimentos de revista com equipamento Body Scanner agentes constataram que havia um objeto suspeito na região do quadril da companheira de um sentenciado que, indagada, confessou que estava com um invólucro introduzido nas partes íntimas. Ao retirar no banheiro o objeto, agentes puderam constatar que dentro dele havia um aparelho celular. Foram tomadas todas as medidas administrativas e a mulher suspensa do rol de visitas. 

PENITENCIÁRIA DE LUCÉLIA

Duas mulheres foram barradas na entrada da unidade prisional quando tentavam levar para dentro do estabelecimento vasilhas plásticas com alimentação contendo, cada qual, quatro invólucros com erva esverdeada aparentando maconha. Elas foram suspensas do rol de visitas e conduzidas à Delegacia de Polícia e os sentenciados encaminhados ao Pavilhão Disciplinar onde aguardarão a apuração dos fatos. 

PENITENCIÁRIA “JOÃO BATISTA DE SANTANA” DE RIOLÂNDIA

A companheira de um sentenciado foi surpreendida pelas imagens do scanner corporal durante os procedimentos de revista em visitantes. O aparelho indicou a presença de um objeto inserido na genitália o qual, após ser retirado do corpo da mulher, constatou-se tratar de um invólucro com um celular e três chips. A Polícia Militar foi acionada, a mulher suspensa do rol de visitas e conduzida à Central de Flagrantes de Votuporanga para as providências cabíveis.

PENITENCIÁRIA DE FLORÍNEA

Uma foto com anotações de conta corrente e telefone foi encontrada com a irmã de um sentenciado que tentava visitar o irmão na unidade prisional enquanto a mãe de outro sentenciado, após a visita, tentou sair do local com um chinelo trocado com o do filho que cumpre pena no local. Elas foram barradas por agentes penitenciários e suspensas do rol de visitas.

PENITENCIÁRIA “SILVIO YOSHIHIKO HINOHARA” DE PRESIDENTE BERNARDES

Neste final de semana, sete visitantes do sexo feminino foram surpreendidas tentando entrar com ilícitos, documentos falsos e objetos proibidos no presídio. Uma delas trazia escondido nos chinelos substâncias com características de maconha, cocaína e papel com suposta droga sintética conhecida por K4. Outra mulher fez uso de documento falso tentando se passar por outra pessoa para efetuar visita. Pouco tempo depois, outras duas visitantes foram flagradas, cada uma com um microcelular escondido em suas genitálias.  

No dia seguinte, outras três visitantes foram flagradas emposse de micros telefones celulares escondidos em suas genitálias e, por fim, em pertences deixados do lado de fora da porta de entrada da Portaria II, foram encontrados outros dois aparelhos de telefonia celular e um carregador debateria. Todas as visitantes foram suspensas do rol de visitas e conduzidas à Delegacia de Polícia local, onde foram lavrados os respectivos Boletins de Ocorrência. Em todos os casos, foram instaurados Procedimentos Disciplinares para apurar a cumplicidade dos sentenciados que receberiam os ilícitos.

DOMINGO(16/06/19)

PENITENCIÁRIA “ASP. PAULO GUIMARÃES” DE LAVÍNIA (PIII)

Durante revista do “jumbo”, alimentos trazidos aos sentenciados por visitantes, Agentes de Segurança Penitenciária descobriram que uma mulher trazia maços de cigarro com ilícitos ocultos, pois, no interior destes, havia substância com odor e características de maconha totalizando 67 (sessenta e sete) cigarros, os quais a mulher alegou que de nada sabia já que trazia o fumo a pedido de uma amiga.  

No mesmo dia, outra mulher foi flagrada com um pedaço de bolo de tapioca que escondia dois aparelhos de telefonia celular. Foram realizados os procedimentos de praxe, as mulheres suspensas do rol de visitas e os sentenciados que receberiam os maços foram isolados preventivamente em cela disciplinar.

PENITENCIÁRIA “OZIAS LÚCIO DOS SANTOS” DE PACAEMBU

A visitante D.F. da S. A, companheira de um sentenciado, ao passar pelo aparelho Body Scanner foi surpreendida tentando adentrar à unidade com dois pedaços de papel esbranquiçado, supostamente droga sintética K4. O ilícito estava escondido em sua blusa, colado no lado interno da vestimenta.  

A Polícia Militar foi acionada e a visitante conduzida após o flagrante para a Delegacia de Polícia local, para as providências de praxe, além de ser suspensa do rol de visitas. Também foi instaurado Procedimento Disciplinar para apurar eventual cumplicidade por parte do sentenciado que seria visitado, o qual se encontra isolado preventivamente em Pavilhão Disciplinar, bem como, autuado Expediente Avulso visando à suspensão da visitante em comento.

PENITENCIÁRIA DE OSVALDO CRUZ

Ao passar por revista com uso do equipamento de scanner corporal, a companheira de um reeducando foi flagrada tentando adentrar as dependências da Unidade Prisional portando um aparelho de telefonia celular sem chip, sem bateria e sem cartão de memória, que se encontrava introduzido em sua genitália. Foram tomadas todas as providências necessárias, sendo inclusive acionada a Polícia Militar, que a conduziu ao plantão policial para a elaboração de boletim de ocorrência.  

você pode gostar também
Comentários
Loading...
Envie sua Pauta ou sugestão