Motociclista morre após bater em poste no meio da rua

0 816
Espaço homem

Um agricultor de 30 anos morreu no domingo, dia 10, após sua moto bater de frente com um poste de iluminação pública, instalado no meio de uma rua de Ipiguá.

A polícia vai abrir inquérito para apurar quem é a responsabilidade por manter o obstáculo na via pública. Tiago chegou a ser socorrido, mas não suportou a gravidade dos ferimentos e morreu. O corpo foi enviado para o Instituto Médico Legal (IML) de Rio Preto.

Segundo o cunhado de Tiago Henrique da Silva, Victor Gonçalves, o verdureiro, que morava na zona rural de de Ipiguá, tinha saído de casa de moto com objetivo de buscar lanches para comer com a mulher e a filha de 11 anos. “Essa rua em que estava o poste é uma dos principais caminhos para chegar até Ipiguá. Não tem cabimento ter um poste que está um metro e oitenta centímetros na rua”, diz o cunhado.

O delegado de Ipiguá, Jairo Garcia Pereira, quer saber da Prefeitura da cidade quem deu autorização para abertura da rua, mantendo o poste em via pública. “Quero saber se quem é a responsabilidade, da prefeitura, do loteador ou da própria concessionária de energia elétrica, CPFL, para saber por que este obstáculo está ali”, pontua o delegado.

O corpo do verdureiro deve ser velado no cemitério de São João Batista, em Rio Preto, mas o horário do sepultamento ainda não foi definido.

Comentários
Loading...