POLÍCIA AMBIENTAL DETÉM HOMEM COM ARMAS DE FOGO E CARNE DE ANIMAL SILVESTRE NATIVO EM COSMORAMA

620

J.B.C., FOI DETIDO EM UMA PROPRIEDADE RURAL NO BAIRRO CÓRREGO DA PRATA. APÓS SER OUVIDO E MULTADO NO VALOR DE R$ 1.500,00 – “POR TER EM DEPÓSITO PRODUTO ORIUNDO DE ESPÉCIMES DA FAUNA SILVESTRE NATIVA”, ELE FOI LIBERADO E RESPONDERÁ EM LIBERDADE. 

Policiais militares ambientais de Votuporanga/SP realizavam patrulhamento ambiental rural, “Operação Dia da Bandeira”, quando foi realizada diligência em uma propriedade no bairro Córrego da Prata, em Cosmorama/SP.  

Os policiais haviam recebido diversas informações sobre a prática da caça de animais silvestres nativos com armas de fogo, lacinhos (tipo armadilha) e armazenando a carne na residência daquela propriedade. 

No local, foi feito contato com o morador, J.B.C., que ao ser indagado sobre as denúncias, informou realmente possuir no interior da casa, armas de fogo e carne de animal silvestre nativo. Diante do fato, o morador adentrou a residência e apresentou a equipe os materiais: 

  • Três animais da fauna silvestre nativa abatidos e limpos, que estavam no Freezer, porém ainda com sangue escorrendo, indicando terem sido abatidos recentemente, sendo das espécies Paca, Tatu-peba e Teiu;
  • Dois laços (tipo armadilhas para captura de animais silvestres), confeccionados de cabo de aço e borracha de soro.
  • Uma espingarda cartucheira, calibre 32, marca Amadeu Rossi, acabamento oxidado, com bandoleira;
  • Uma espingarda cartucheira, calibre 20, sem marca aparente, dois canos, acabamento oxidado, com bandoleira;
  • 13 cartuchos plásticos, calibre 32, deflagrados;
  • 02 cartuchos plásticos, calibre 32, intactos;
  • 05 cartuchos plásticos, calibre 20, intactos;
  • 01 cartucho plástico, calibre 20, deflagrado;
  • 05 cartuchos de metal, calibre 32, intactos;
  • 02 cartuchos de metal, calibre 32, deflagrados;
  • 06 cartuchos de metal, calibre 22, intactos;
  • 01 cápsula de metal, calibre 38, deflagrada;
  • 04 balotes de chumbo para recarga de calibre 20;
  • 06 projeteis de chumbo para recarga;
  • 02 medidores de pólvora, sendo um para calibre 20 e outro para calibre 32;
  • 01 vela (parafina para recarga de cartucho);
  • 85 espoletas para recarga de cartuchos;
  • 01 cabacinha contendo 150 gramas de pólvora;
  • 01 recipiente contendo 50 gramas de chumbinho.

Questionado sobre o registro das armas e munições, bem como autorização para a carne de animal silvestre nativo em depósito, teria informado não possuir.  

Diante do exposto, J.B.C., juntamente com os materiais e produtos, foram conduzidos a Central de Flagrantes de Votuporanga, onde a autoridade policial determinou a apreensão dos objetos, inclusive das armas de fogo de uso permitido e munições. O indivíduo foi liberado e responderá em liberdade. 

Também foi lavrado uma multa no valor de R$ 1.500,00 – “por ter em depósito produto oriundo de espécimes da fauna silvestre nativa”. 

você pode gostar também
Comentários
Loading...
Envie sua Pauta ou sugestão
%d blogueiros gostam disto: