Anuncie Aqui

Professora lamenta morte de estudante de 16 anos por Covid-19 dias após dar à luz: ‘Sempre educada’

245
FERMED PLUS

A professora da disciplina de português lembra com carinho da estudante Gilda Santos Costa, que tinha 16 anos e morreu por coronavírus depois do parto da filha, em Sorocaba (SP). A estudante estava no primeiro ano do ensino médio.

Ao G1, Flávia Gouvea conta que os colegas da jovem e professores ficaram comovidos quando souberam que a paciente não havia resistido e fizeram uma homenagem a ela em um perfil usado para divulgar informações sobre a escola.

“Tive pouco contato, mas sempre foi muito quietinha, até com os amigos, mas sempre educada. Perdemos uma menina que era um docinho. Falamos isso até entre os professores”, diz.

Gilda era aluna da escola estadual Joaquim Izidoro Martins, que fica na zona norte da cidade. A adolescente estava grávida e precisou ser internada após passar mal. O bebê prematuro nasceu no hospital.

Segundo apurado pelo G1, a jovem estava desde o dia 21 de julho no Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), quando o parto foi realizado. A filha continuava no hospital até quarta-feira.

Ainda de acordo com a professora, uma campanha será feita para arrecadar roupas e fraldas para a filha da jovem. ”Vamos tentar arrecadar fraldas, itens de higiene, alimentos e roupas de recém-nascido”, diz.

Casos de Covid-19

Sorocaba registrou até quarta-feira (12) 12.794 casos positivos e 292 óbitos da Covid-19 .

A prefeitura informou em um boletim diário sobre mortes na cidade que a paciente era imunodeprimida, quando a imunidade fica debilitada.

O corpo de Gilda foi sepultado sem velório no dia 6 de agosto, no Cemitério Santos Antônio, em Sorocaba.

Veja o número de casos da Covid-19 em Sorocaba, Jundiaí e Itapetininga

Veja o número de casos da Covid-19 em Sorocaba, Jundiaí e Itapetininga

Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí

você pode gostar também
Comentários
Loading...
Envie sua Pauta ou sugestão